Fevereiro 20, 2018 nervoxol

Benefícios do Exercício Físico Para Dor Neuropática

  • Aumento dos níveis de serotonina e dopamina após o exercício, que são neurotransmissores que atuam no cérebro, e estão ligados a redução da dor, ao prazer e a motivação;
  • O hormônio do crescimento é liberado na prática de exercícios e também participa da modulação da dor;
  • Aumenta o limiar de dor;
  • Relaxamento de estruturas tensas;
  • Restauração da função e força dos músculos;
  • Melhora as condições circulatórias e respiratórias de maneira geral;
  • Aumenta a flexibilidade das articulações;
  • Com efeito no ganho de função e mobilidade, promove maior independência para o paciente;

 

Tipos de Exercícios Físicos Para Dor Neuropática

O tipo de exercício vai depender do quadro clínico que apresenta o paciente, além de um pequeno toque de preferência pessoal. Caminhada, dança, pilates, ioga, alongamento e mesmo a musculação, todos são exemplos de atividades que podem ser praticadas desde que seja controlada. Além dessas, temos os exercícios na água como natação e hidroginástica.

Exercícios cardiovasculares podem ajudar a reduzir a dor, mas a intensidade é fundamental. Ela deve ser de moderada a intensa (lembrando que intensa não sinônimo de exaustão), já que aumentam o limiar da dor.

 

 

Exercícios Físicos Para Neuropatia Diabética

A neuropatia diabética é uma complicação crônica do quadro de Diabetes Melittus e costuma se manifestas nas extremidades (mãos e pés), por meio de formigamento, queimação, dor contínua, e  sensação de agulhadas.

A forma principal de controle da doença é o controle glicêmico que reduz as complicações vasculares e melhora a condução dos impulsos nervosos.

A pratica de exercícios físicos aumenta a tolerância à glicose e a sensibilidade à insulina, além de contribuir para melhor circulação nos nervos periféricos, o que permite melhora na condução dos impulsos nervosos e redução da dor.

São indicados para casos mais graves de neuropatia periférica exercícios sem sobrecarga de membros inferiores como a natação, hidroginástica, bicicleta estacionária.

De acordo com o Ministério da Saúde, os exercícios aeróbicos devem ser realizados de forma regular, com um total de 150 minutos/semana, ao longo de três dias na semana.