Fevereiro 14, 2018 nervoxol

O que é?

A neuropatia é uma doença que afeta as terminações nervosas, originando quadros dolorosos e se não for tratada de maneira adequada pode levar à lesões permanentes.

Os nervos tem a função de conectar a medula espinhal a todas as células do corpo, enviando sinais e permitindo que o cérebro se comunique com todas as partes do seu corpo.

Existem diversos graus de neuropatia, onde o grande fator determinador é a causa da doença e também em qual altura ela foi descoberta.

Em alguns casos essas lesões aparecem por fator genético, ou de maneira diferentes, como infecções, toxinas, consumo de drogas, lesões físicas traumáticas ou mesmo por reações adversas do próprio organismo.

As causas mais comuns são:

  • Doenças: Diabetes (causa neuropatia diabética), Lúpus, Artrite, Síndrome de Guillain-Barré;
  • Uso de drogas: Álcool, Metanfetamina;
  • Neurotoxinas:  Monóxido de carbono, Metais pesados;
  • Infecção bacteriana ou viral: Cobreiro, Hanseníase, AIDS;
  • Trauma físico: Traumatismo craniano, Acidente de carro, Procedimentos cirúrgicos;
  • Deficiência nutricional: Falta de vitamina A, B1, B12 e/ou vitamina E.

Os sintomas mais comuns da neuropatia periférica são:

  • Intolerância ao calor;
  • Fraqueza nos membros
  • Sensação de queimadura
  • Dormência
  • Formigamento
  • Perda de sensibilidade, ou o contrário, sensibilidade extremamente elevada
  • Má circulação do sangue

Como o exercício físico pode lhe ajudar

O exercício Físico é um tratamento recomendado para qualquer tipo de diabetes, especialmente para pacientes que sofrem com neuropatia diabética. Pequenas sessões de caminhada ou exercício similares podem ajudar a aliviar os sintomas, especialmente quando combinados com o uso de uma medicação adequada, ajudando a manter o corpo ativo e em boa forma. Além disso, fortalece a circulação sanguínea e deixa os músculos mais fortes, evitando o atrofiamento. Os movimentos realizados pelo corpo na hora da atividade física, contraem e relaxam a musculatura, o que fazem com que a sensação de formigamento e as dores diminuam. O segredo está na quantidade; uma pessoa que sofre de neuropatia não precisa e nem deve praticar horas de exercício por dia, apenas 20 minutos de caminhada leve já são mais do que suficientes.